FUTEBOL URUGUAYO:

'' É uma religião nacional. A única que não tem ateu. Somos poucos: 3,5 milhões de uruguayos. É menos gente do que um bairro de São Paulo. É um país minúsculo. Mas todos futebolizados. Temos um dever de gratidão com o futebol. O Uruguay foi colocado no mapa mundial a partir do bicampeonato olímpico de 1924 e 1928, pelo futebol. Ninguém nos conhecia.

O futebol uruguayo é o melhor? Não. No mundo guiado pelas leis do lucro, onde o melhor é quem ganha mais, eu quero ser o pior. Não poderíamos sequer cometer o desagradável pecado da arrogância. Seria ridículo para um país pequeno como o nosso. Não somos importantes, o que é bom. Neste mundo de compra e venda, se você é muito importante vira mercadoria. Está bom assim.

Como explicar Uruguay?.... Somos um pouco inexplicáveis. Aí é que está a graça".

EDUARDO GALEANO - Escritor

sábado

O JOGADOR URUGUAIO VICTOR HUGO DIOGO DA SILVA JOGOU NO PALMEIRAS



Víctor Hugo Diogo Silva (born April 9, 1958 in Treinta y Tres, Uruguay) is a retired football defender from Uruguay. He played in 33 games for the Uruguay national football team, scoring one goal.
Diogo played club football for Peñarol in Uruguay. He made his international debut on September 20, 1979 in a Copa América match against Paraguay (0-0) in Asunción. Diogo was a member of the team that competed at the 1986 FIFA World Cup in Mexico.
Between 1986 and 1989 he played for Palmeiras of Brazil.