FUTEBOL URUGUAYO:

'' É uma religião nacional. A única que não tem ateu. Somos poucos: 3,5 milhões de uruguayos. É menos gente do que um bairro de São Paulo. É um país minúsculo. Mas todos futebolizados. Temos um dever de gratidão com o futebol. O Uruguay foi colocado no mapa mundial a partir do bicampeonato olímpico de 1924 e 1928, pelo futebol. Ninguém nos conhecia.

O futebol uruguayo é o melhor? Não. No mundo guiado pelas leis do lucro, onde o melhor é quem ganha mais, eu quero ser o pior. Não poderíamos sequer cometer o desagradável pecado da arrogância. Seria ridículo para um país pequeno como o nosso. Não somos importantes, o que é bom. Neste mundo de compra e venda, se você é muito importante vira mercadoria. Está bom assim.

Como explicar Uruguay?.... Somos um pouco inexplicáveis. Aí é que está a graça".

EDUARDO GALEANO - Escritor

quinta-feira

FINAL: URUGUAY 2 ARGENTINA 1 - AMSTERDAM 1928











3 June 1928 Olympisch, Amsterdam
Ref: Johannes Mutters (Net) HT: 1-1 (Replay)
URUGUAY 2 (Figueroa, Scarone)
ARGENTINA 11 (Monti)
Uruguay: Mazzali - Nasazzi(cap), Arispe - Andrade, Piriz, Gestido - Arremon, Scarone, Borjas, Cea, Figueroa.
Argentina: Bossio - Bidoglio, Paternoster - Medici, Monti, J.Evaristo - Caricaberry, Tarasconi, Ferreyra(cap), Perducca, Orsi.